domingo, 6 de outubro de 2013

A garota sem sentimentos -parte 3

Eu sempre tive as coisas pela metade... Meios-pais, meios-irmãos, meios-brinquedos, meios-amigos e um meio namorado. Eu queria poder ter algo inteiro. E eu pensei que você pudesse ser esse algo.

Eu era tratada assim, só meio-bem. O fato de sempre demonstrar essa face forte, essa muralha que parece proteger contra qualquer dano... A garota sem sentimentos. Enquanto isso, todos aqueles que se fazem de coitados podem ganhar toda a atenção de que precisam. Quanto a mim, me tornei um vaso ruim... Daqueles de que não se precisa tomar cuidado porque ele não quebra fácil. Mesmo aqueles que me vem com esse papo de "amor" me tratam assim.

Não se enganem. Eu gosto de como sou. Eu tenho orgulho de ser assim. Mas por que eu devo ser tratada assim... Por ser quem eu sou? Eu sempre me contentei com o mínimo que me davam. Por que pedir  um pouco mais uma vez é um pecado tão grande?

A garota sem sentimentos continua a chorar todas as noites, escondida de tudo e de todos.

4 comentários:

Karynny disse...

*.*

Ela é meio complexada
Acredito que ela tenha tido
uma infancia problematica
Uma familia desestruturada mais
isso só mais pra frente é que sera
explicito

Por enquato só tenho mais curiosidade de ler a cont. do texto ^^

Karynny disse...

Quero dar os parabéns Quando a Neve Derrete querido e amado blog
adoro ti ver assim florido
não me canso de ler e reler
tudo que você tem pra me contar
Te desejo toda prosperidade e que nesse ano que vai chegar você tenha
mais flores publicadas...

Parabéns adiantado...


24\12\2013

Jovem Lobo disse...

Olá, Gii. Já acompanho o Quando A Never Derrete há alguns anos mas só estou comentando agora. Por quê? Pois estou um pouco desanimado por você só ter aparecido no blog uma vez durante todo o ano. Sei que deve andar ocupara, mas sou um tipo de leitor que sente saudades haha.

De qualquer modo, feliz natal adiantado e não desista do blog, please. Você já me inspirou bastante.

Sayo~

Karynny disse...

Concordo com o Jovem Lobo não desista do Bloog

Saudades